. Morgan, Michelle, Marilyn Monroe - Private and Undisclosed, Constable & Robinson. Todos os anos, mais e mais livros e artigos são escritos sobre a falecida Marilyn Monroe, uma figura cuja vida, quarenta e cinco anos após a sua morte, continua a fascinar não só a América mas também grupos de fãs de todo o mundo. No decorrer do ano passado foi-nos apresentado e bem recebido o livro de John Gilmore Inside Marilyn Monroe, o não tão bem recebido Marilyn, Joe and Me de June DiMaggio e um estranho mas engraçado livro, pouco conhecido, My Day With Marilyn de John Alexander Baker. No entanto penso que é seguro dizer que nenhum dos livros  recentes que temos na memória foi tão antecipado como o de Michelle Morgan Marilyn Monroe: Private and Undisclosed. Grande parte desta antecipação prende-se com o facto de que todos nós conhecemos Michelle a partir dos muitos grupos online de Marilyn bem como do seu próprio clube de fãs Inglês, o Marilyn Lives Society. A vontade, acrescida à determinação de “tentar por ti próprio” foi vivamente acentuada com as simpáticas actualizações que Michelle ia fornecendo à comunidade online, desde partilhar o seu progresso no livro, a sua excitação quando se encontrou com o seu agente e o seu editor, o privilégio de vermos várias das capas propostas para o livro e, no fim, o inevitável orgulho sobre o produto final.
Mas havia algo mais na nossa excitação que simplesmente vermos alguém que conhecemos chegar às prateleiras das nossas livrarias. Após anos de documentários com Jeanne Carmen e Robert Slatzer, após o sensacionalismo dos “contar tudo” por parte de antigas empregadas domésticas e supostos antigos amantes, após histórias de panelas de pizza e certificados matrimoniais destruidos, havia um raio de esperança no lançamento do livro de Morgan uma vez que sabiamos que este iria estar o mais perto da verdade sobre esta mulher que tanto admiramos que qualquer outra história que conta tudo poderia captar. Agora que o livro foi lançado, estou aqui para vos dizer que Michelle Morgan não nos desilude. Mais importante, ela não desilude Marilyn.
Primeiro que tudo,
Marilyn Monroe: Private and Undisclosed é mais do que um livro que nos conta a já tão familiar história. Pensa em três coisas que tu pessoalmente gostarias de ver numa biografia de Marilyn. Para mim elas seriam:
1.Elegância. Estou a pensar num conjunto de qualidades: elevada qualidade do papel, fotografias raras reproduzidas com detalhe, um livro que usa algo novo na capa sem ser mais uma foto de Marilyn com a saia pelo ar ou parecendo triste mesmo que bonita à la Bert Stern.
2.Um livro que não só trata o seu sujeito com o respeito que lhe é devido mas escrito por alguém que sabe do que é que está a falar.
3.Fotografias, e não só as velhas fotografias que vemos em cada biografia mas também algumas extremamente raras que só quem pertence aos grupos online já as viu anteriormente. Talvez, se possivel, até mesmo algumas que os grupos online nunca viram antes.
Estou mais que satisfeito por poder anunciar que o novo livro de Michelle cobre todos os meus três desejos. Fisicamente o livro está bem concebido, tem uma boa qualidade de encadernação e até tem uma incorporada uma fita para marcarmos as páginas. Para além disso a fotografia da capa é extremamente rara e é a prova visual do por que é que tantos se apaixonaram por esta mulher anos atrás quando ela começou a sua carreira. O segundo ponto é dado pela própria Michelle e a sua dedicação em procurar e estudar a verdade. Ao mesmo tempo que ela apresenta Marilyn com os seus defeitos humanos, o livro não isalta Monroe como uma Deusa nem Michelle vende o seu sujeito com montanhas de insinuações e começos e fins de falsas histórias. Ao lermos Private and Undisclosed, começa a parecer-nos óbvio que Morgan se apercebe da fragilidade do seu sujeito mas também da sua força, a mesma força que permitiu à rapariga com pouca educação escolar e pobre começo de vida a lutar pelos seus sonhos, que outros possam ter gozado, mas que ela manteve firme junto ao seu coração. Quanto às fotografias,
Marilyn Monroe: Private and Undisclosed quase que se podia usar como mais outro tomo de mesa, repleto como está de fotografias de alta qualidade, só que neste caso são quase todas fotografias que raramente vimos ou, ainda melhor, algumas fotografias que nunca vimos antes.
Organizado em quatro secções, (o livro usa fotografias pequenas ao longo do texto mas no fim de cada secção, muitas delas estão reproduzidas num formato muito maior, o que quer dizer que o leitor tem direito a QUATRO secções de fotografias!), o livro apresenta a história da vida de Marilyn não só como pin up glamorosa de uma outra época, o simbolo sexual de uma geração e a grande estrela de Hollywood do Século XX, mas mais importante, como ser humano. Deixem-me ser honesto. Já li muitas biografias detalhando a vida de Marilyn, vi documentários bem como a representação de Marilyn nos seus próprios filmes, mas não me consigo lembrar da última vez que li um livro que fosse capaz de apresentar Norma Jeane Baker/Marilyn Monroe tão real e tão viva. Private and Undisclosed faz isso mesmo. Então como é que Morgan consegue isto? Ao permitir que aqueles que conheceram Marilyn contem a sua história.
E não me estou a referir às citações da praxe de Jane Russell, Jim Dougherty, Arthur Miller ou ainda Ralph Roberts. Em vez de simplesmente re-imprimir as citações daqueles que eram famosos ou ficaram famosos devido à relação que tiveram com Marilyn, Morgan procurou aqueles de quem é raro ouvirmos falar, (tais como Stanley Rubin e George Chakiris), bem como daqueles que viveram as suas vidas longe da ribalta e que nunca foram citados antes, aqueles que cruzaram caminho com Marilyn como Bill Pursel (o homem que namorou com a jovem estrela), Pat Brennan (cuja tia, Blanch Maj, trabalhou como criada de quarto no hotel onde Marilyn ficou durante as filmagen de Niagara) ou Lynn Pupello (o jornalista adolescente que conheceu Monroe durante a estadia desta na Florida em 1961).
Ao dar voz àqueles que guardaram com carinho recordações de Marilyn, aqueles dos quais nunca ouvimos antes, Morgan demonstra-nos duas grandes qualidades como escritora: dedicação a uma sólida pesquisa e total determinação em convencer aqueles hesitantes em falar e partilhar pequenos factos da vida privada de Marilyn que de contrário seriamos sempre privados de conhecer. O resultado é um retrato de uma terna e carinhosa mulher que sabia não só colocar os outros à vontade com a sua acessibilidade tão natural, mas também uma pessoa que apesar de todos os demónios que a habitavam, era capaz de rir das absurdas voltas e curvas da vida. Marilyn Monroe não viveu uma vida fácil mas através de
Private and Undisclosed somos capazes de testemunhar em primeira mão que a sua vida não foi a tragédia grega que muitos outros biografos apresentaram. Para variar, é dado ao leitor a oportunidade de ver Norma Jeane/Marilyn como um verdadeiro ser humano que encontrou alegrias nos seus encontros com outras pessoas ao mesmo tempo que se deparou com o desespero quando se apercebeu das suas próprias inadequações.  
Para além das magnificas fotografias raras e entervistas com pessoas nunca antes ouvidas, Morgan faz um outro favor aos fãs de Marilyn ao investigar e corrigir ideias mal formadas. Somente dois exemplos: dá-nos as conhecer a história por detrás de
My Story e a razão pela qual nunca foi completada e a verdade sobre o funeral de Grace Goddard. Se estes dois exemplos fossem a única razão para comprar o livro, ainda assim o recomendava. Mas existem muitas outras razões para encontrares uma cópia assim que tiveres oportunidade.
O livro de Donald Spoto pode ser maior e certamente mais detalhado, o de W. J. Weatherby pode-nos dar um actual dialogo com Marilyn e muitos outros livros podem nos dar uma ideia mais detalhada dos últimos dias de Marilyn, mas Michelle Morgan conseguiu aquilo que muitos ficaram longe de conseguir. Ela lembra-nos que uma vez existiu uma miúda que morava no lado errado da cidade, que se agarrou a um sonho e decidiu que tinha estofo para chegar ao topo não interessasse o que os outros podessem dizer. Ela lembra-nos da determinação e perceverança desta jovem estrela, da mulher que tantos classificaram como bela mas pouco inteligente que na verdade vivia à frente do seu tempo e deve ser reconhecida como o verdadeiro modelo que ela era. Outros livros irão explicar que Marilyn era muito mais que bonita mas por alguma razão Michelle Morgan conseguiu fazer transparecer esse facto através das páginas do livro onde outros apenas escrevem as palavras sem conseguirem convencer a audiência.
Durante anos sempre recomendei para aqueles que são novos perante a história de Marilyn a começarem as suas leituras pelo livro de Fred Lawrence Guiles
Norma Jeane porque o livro, para mim, é aquele que mais próximo apresenta a realidade da vida de Marilyn tal como foi. Depois de ter lido Private and Undisclosed, o novo livro de Michelle Morgan será o ponto de partida, que eu recomendo, para aqueles que se debatem com a velha questão: “Como é que Marilyn era na realidade?”
Texto de David Marshall.
Traduzido por Rita Oliveira.
A edição aqui apresentada é a Inglesa datada de 2007. A edição Inglesa têm uma fita marcadora de página em cor-de-rosa. A edição Americana têm uma fita prateada.
Em jeito de nota de roda pé, quero agradecer do fundo do meu coração a Michelle Morgan por me ter dado a oportunidade de escolher o título para o capítulo 12 do seu magnifico livro e fazer o meu nome figurar nos agradecimentos.Rita.
Home
Árvore Geneológica
Biografia
Calendário
Clube de Fãs
Curiosidades
Filmografia
Galeria de Fotos
Links
Memórias
Para o fã português, a variedade de livros publicados em Portugal sobre Marilyn Monroe não é grande. No entanto é possível encontrá-los em certas lojas e graças à Internet é possível obter quase qualquer livro que se queira adicionar a uma colecção.
Abaixo indico alguns links que te podem ajudar a encontrar o que procuras e indico alguns livros que fazem parte da minha colecção.
TELEFONE: 213170580 LOCAL: Lisboa, R. Duque de Palmela, 4
. Spoto, Donald, Marilyn The Biography, Cooper Square Press. Biografia com 695 páginas, algumas páginas com fotos a preto e branco. A edição aqui apresentada é de 2001.
. Wolfe, Donald H., O Assassinato de Marilyn Monroe, Edição "Livros do Brasil". Biografia com 478 páginas, algumas páginas com fotos a preto e branco. A edição aqui apresentada é de 1999.
. Summers, Anthony, Goddess The Secret Lives of Marilyn Monroe, Indigo. Biografia com 621 páginas, algumas páginas com fotos a preto e branco. ATENÇÃO: Contém foto de Marilyn depois da autopsia. A edição aqui apresentação é de 2000.
. Leaming, Barbara, Marilyn Monroe, Orion. Biografia com 464 páginas, algumas páginas com fotos a preto e branco. A edição aqui apresentada é de 1999.
. Marilyn Monroe and the Camera, Perfácio de Jane Russell e Entrevista de Georges Belmont. Schirmer Art Books. Livro fotográfico com texto a acompanhar. 245 páginas com inumeras fotos a cores e a preto e branco. A edição aqui apresentada é de 2000.
. Carroll, Jock, Falling for Marilyn - The Lost Niagara Collection, Virgin Books. Livro fotográfico com texto e fotos do autor durante a estadia de Marilyn nas Cataratas do Niagara. 102 páginas com inúmeras fotos a preto e branco. A edição aqui apresentada é de 1996.
. Woodard, Eric Monroe, Hometown Girl, HG Press. Se estás a planear ir a Los Angeles e queres visitar os lugares frequentados por Marilyn Monroe, ou simplesmente queres saber que casas habitou, restaurantes, hoteis e edificios ela frequentou, este é um guia cronológico que não deves perder.Inúmeras fotos de "Antes e Depois" e com respectiva morada. 182 páginas. A edição aqui apresentada é de 2004.
. Marshall, David, The DD Group An Online Investigation Into the Death of Marilyn Monroe, iUniverse, Inc. Este livro é o resultado de uma série de investigações realizadas por um grupo online de fãs que pertencendo ao grupo "Forever Marilyn" criaram em Janeiro de 2003 o grupo "FM_Death_Discussion" para estudarem em profundidade, com a ajuda de raros documentos a que os membros tiveram acesso, a morte de Marilyn. O livro analisa passo a passo todos os dias, minutos e segundos dos últimos meses de vida de Marilyn e expõe as contradições em que cairam vários autores que publicaram livros sobre este tema. O texto em tom coloquial faz com que seja fácil prender-nos à leitura sendo dificil colocar o livro de lado. Este livro não contém fotos além da apresentada na capa. 497 páginas. A edição aqui apresentada é de 2005.
Novos livros irão sendo adicionados, volta em breve.
. Shaw, Sam e Rosten, Norman, Marilyn Among Friends, Bloomsbury. Livro Fotográfico (fotos de S. Shaw) com texto de Norman Rosten, com 191 páginas, inúmeras fotos a cores e a preto e branco. Algumas fotos tiradas por Marilyn aos seus amigos. A edição aqui apresentada é de 1989.
. Bernard, Susan, Bernard of Hollywood's Marilyn, St. Martin's Press. Livro Fotográfico (fotos de Bruno Bernard e outros) com texto de Susan Bernard. 121 páginas com inúmeras fotos a cores e a preto e branco. A edição aqui apresentada é de 1993.
. Arnold, Eve, Marilyn Monroe, Harry N. Abrams Inc., Publishers. Livro Fotográfico com fotos e texto da autora. Com 160 páginas, inúmeras fotos a preto e branco e algumas a cores, a grande maioria tiradas durante as gravações de Os Inadaptados. A edição aqui apresentada é de 2005. Este livro é uma actualização do livro Marilyn an Appreciation. Embora o texto seja idêntico nas as duas versões, este último contém fotos que não foram publicadas no livro anterior.
Clark Kidder, Marilyn Monroe Cover to Cover, Krause Publications. Compilação de revistas de diversos países em que Marilyn aparece nas respectivas capas. Organizada cronológicamente, cada capa tem a sua legenda. 159 páginas. A edição aqui apresentada é de 1999. Existe um segundo volume com mais capas de revista, editado em 2003.